Home ANAFISCO Projeto Nexus: “Pix Internacional” está em fase de testes e deve unir 60 países

Projeto Nexus: “Pix Internacional” está em fase de testes e deve unir 60 países

por ANAFISCO

O Bank of International Settlements (BIS), que atua como um “banco central mundial”, vem trabalhando há algum tempo em um projeto chamado “Nexus”, que consiste na criação de uma ferramenta semelhante ao Pix. Ainda em fase de testes, o “Pix internacional” poderá unir 60 países e ainda facilitar as transações.

Com a popularização da tecnologia blockchain e o conceito de finanças descentralizadas, surgiu a ideia de integrar todos os países que já utilizam algum sistema instantâneo de pagamento, como o Pix. Além disso, o sucesso da ferramenta no Brasil já é um indicativo de que o projeto pode dar certo.

Atualmente o Nexus está na fase de prova conceito de testes, na qual diversos sistemas são avaliados – não somente pelo BIS, mas também pelos próprios países participantes, como o Brasil – com o Banco Central atuando como observador no processo.

A expectativa é a de que o mecanismo possibilite a realização de compras no exterior sem um cartão de crédito internacional – o que pode ser uma “mão na roda” para consumidores e turistas.

Com a facilidade na realização de transações, novos negócios e comércios podem surgir. A diretora executiva e líder de estratégia para pagamentos da Accenture na América Latina, Edlayne Burr, disse em uma entrevista para o jornal O Globo que os turistas teriam menos custos para converter a moeda – já que a ideia é tornar as compras no exterior tão simples para os brasileiros quanto os pagamentos em território nacional via Pix.

Já as vantagens para os governos iriam além da agilidade em transações internacionais: a nova ferramenta possibilitaria uma redução nos gastos dos países, facilitando as operações entre os mesmos – o que poderia aumentar a competitividade, variedade e preço dos produtos no mercado.

“A própria demanda pode se tornar cada vez mais internacional, em que consumidores buscam produtos fora de seus países para consumir. Dessa forma, o varejista se beneficiaria ao estar apto a concorrer com empresas de outras localidades, o que estimularia a competição, proporcionando bens cada vez mais diversos e baratos aos consumidores”, afirmou Edlayne.

Apesar de facilitador, o Nexus precisará implantar um bom plano de fiscalização e regulação para garantir a segurança dos usuários que, possivelmente, sofrerão com ataques de terceiros mal-intencionados, como ocorre diariamente com o Pix, no Brasil. Ainda não há previsão de data para a implantação do sistema.

Fonte: https://www.moneynownews.com.br/seu-dinheiro/projeto-nexus-pix-internacional-esta-em-fase-de-testes-e-deve-unir-60-paises

Você também pode se interessar por

Deixar um Comentário