Home ANAFISCO Prefeitura de São Paulo terá home office permanente

Prefeitura de São Paulo terá home office permanente

por ANAFISCO

O prefeito Bruno Covas decretou o regime de home office por tempo indeterminado aos servidores da Prefeitura de São Paulo.

Com isso, a capital paulista estima uma economia de pelo menos R$ 1 bilhão em sete anos.

Os servidores da Prefeitura de São Paulo já vêm trabalhando de casa desde o início da pandemia do novo coronavírus.

decreto 59.755  já foi publicado no Diário Oficial do Município da última terça-feira, 15 de setembro.

A Prefeitura de São Paulo estabeleceu critérios de avaliação durante o período de home office que incluem metas a serem atingidas, possibilidade de avaliação objetiva do desempenho do servidor e registro eletrônico de presença.

De acordo com o documento, a adesão dos servidores ou empregados públicos eleitos para o regime de home-office é facultativa e secretários e subprefeitos terão 90 dias para apresentar os planos deste tipo de trabalho.

Ainda de acordo com o decreto, com a pandemia foi possível constatar que o teletrabalho trouxe benefícios como redução do trânsito e poluição; menor pressão sobre os sistemas de transportes, em especial ônibus, trens e metrôs e redução de despesas de custeio.

Os servidores que estiverem em teletrabalho poderão a qualquer momento ser chamados pela chefia para atuarem presencialmente, desde que com quatro horas mínimas de antecedência.

Fonte: https://www.direcaoconcursos.com.br/noticias/prefeitura-de-sao-paulo-bruno-covas-autoriza-home-office-permanente/

Você também pode se interessar por

Deixar um Comentário