Home ANAFISCO Religião a agricultura: curiosidades nas cidades na Índia

Religião a agricultura: curiosidades nas cidades na Índia

por ANAFISCO

A Índia, localizada no sul da Ásia, é o segundo país mais populoso do mundo, ficando somente atrás da China. A civilização da Índia é uma das mais antigas do planeta e existem evidências arqueológicas que apontam que seu início data de 75 mil anos atrás.

Um dos mais antigos centros urbanos de que se tem conhecimento, foram formados nas proximidades do Rio Indu. Em torno de do século XVI a.C., o território indiano foi tomado por uma série de tribos nômades conhecidas como árias. Essa tribo então controlou porções do território. 

Esse período ficou conhecido como Período Védico, inclusive fontes documentais mostram diversos hinos religiosos, os Vedas, como parte da história indiana.

Esses hinos, escritos em sânscrito, se dividem em quatro partes: “Atharva-Veda”, “Sama-Veda”, “Yajur-Veda”, e “Rig-Veda”.

Através de outras fontes é possível também entender o momento em que a sociedade indiana começou a dividir-se em castas, que foi quando a civilização indiana conquistou a Planície Indo-Gangética. 

O sistema de castas foi a base da organização da sociedade indiana por muitos séculos, sendo os brâmanes ocupantes das castas superiores, como líderes religiosos do povo e os párias, ocupando a casta inferior, e por consequência fadados a serviços degradantes.

Cultura Indiana

A cultura indiana sofreu influência de vários povos, como as tribos árias, os povos nômades, e também com os portugueses, com quem desenvolveu trocas comerciais e culturais. 

Interessante ressaltar que a descoberta da América por Cristóvão Colombo está diretamente ligada às relações entre Portugal e Índia, pois na ocasião Colombo estava se dirigindo à Índia quando, por acidente, descobriu o continente americano.

Outro aspecto importante na cultura indiana é a influência inglesa no país. Durante algum tempo, enquanto o resto do país possuía governos hindus ou muçulmanos, na “Índia Britânica” havia forte influência da cultura inglesa.

A diversidade da cultura indiana é tanta que a constituição do país reconhece a existência de 22 línguas oficiais no país.

Índia e sua relação com a religião

O Hinduísmo é a principal religião na Índia, onde acredita-se que tanto o mundo foi criado a partir da ação do deus Brahma, quanto os Vedas, livros sagrados da religião, teriam sido escritos por ele mesmo.

O Hinduísmo é politeísta, ou seja, acredita na existência de milhares de deuses. Porém é interessante observar que a maioria deles é considerada reencarnações dos principais deuses da religião, Brahma, Shiva e Vishnu, os representantes da tríade hindu, o movimento de criação, conservação e destruição.

Ainda de acordo com a crença hinduísta, as primeiras pessoas também foram criadas pelo deus Brahma, a partir das partes do seu corpo. Enquanto Brâmane teria nascido da boca, Chátria teria surgido do braço direito. 

Já a esposa de Chátria teria nascido a partir do braço esquerdo, enquanto que Vaissias teria surgido das coxas de Brahma. Por fim, os pés do Deus teriam dado origem a Sudras. 

Essa crença deu origem ao polêmico sistema de castas, onde as quatro principais castas possuem o nome daqueles que teriam sido os primeiros habitantes da Terra.

Para as pessoas consideradas sem casta, os dalits, eram vedados o direito ao estudo, e as únicas funções permitidas eram matar animais e limpar os banheiros. 

Atualmente, discriminar alguém pela sua casta é considerado ilegal e existem até mesmo cotas para “dalits” nas universidades e mercado de trabalho indiano.

Curiosidades sobre o país

Esse país rico em histórias e culturas desperta muita curiosidade do povo ocidental. E algumas coisas, de fato, são muito diferentes da nossa forma de viver.

Na Índia, por exemplo, as vacas são sagradas. Elas andam livremente pelas ruas de todas as cidades indianas, e são consideradas um símbolo sagrado da vida, sendo protegidas e reverenciadas onde quer que estejam.

Além do fato de que são adoradas em toda Índia, suas fezes e urinas são utilizadas em rituais.

Outra curiosidade é que a Índia é o maior produtor de leite do mundo, produzindo em média, 146.31 milhões de toneladas de leite por ano.

Muita gente não sabe, mas o Taj Mahal não é um palácio. Ele na verdade é um túmulo.

Construído pelo imperador Shah Jahan, o Taj Mahal foi uma homenagem à sua terceira esposa, Mumtaz Mahal, falecida em 1631. 

A história conta que ele ficou tão triste com sua morte que ordenou que fosse construído um monumento em sua homenagem, como forma de manter sua memória viva para sempre.

Um costume curioso sobre os indianos é que eles comem com as mãos. Os indianos acreditam que tocar a comida com as mãos propicia uma conexão espiritual. Porém, um detalhe é que apenas a mão direita é utilizada para comer, pois a mão esquerda é considerada impura e suja.

Por fim, outra curiosidade interessante é que a Índia tem o maior número de mesquitas do mundo: são 300 mil. E a parte curiosa disso é que a maioria da população indiana é adepta da religião hindu, mas mesquitas são templos do islamismo.

Você também pode se interessar por

Deixar um Comentário