Home ANAFISCO Recife: história e curiosidades de uma das cidades mais antigas do país

Recife: história e curiosidades de uma das cidades mais antigas do país

por ANAFISCO

Além de ser uma das cidades mais antigas do país e também a capital de Pernambuco, Recife também é conhecida como a “Veneza Brasileira”, devido a sua paisagem, que é cortada por rios, canais e pontes ligando um bairro ao outro.

O Recife é recheado de cultura e história, com seus templos religiosos centenários, parques com áreas verdes, lindas paradisíacas, e mercados públicos com intensa programação cultural e gastronômica, museus e teatros para entretenimento dos moradores e visitantes.

História de Recife

A cidade de Recife foi fundada em 1537, a partir de uma colônia de pescadores, e seu nome se origina de um enorme recife de corais que protege a sua costa, resultando em uma das mais belas piscinas naturais do mundo.

Durante o século XVI, Duarte Coelho tomou posse da capitania de Pernambuco, e então a cidade passou a ser conhecida como “Ribeira de Mar dos Arrecifes dos Navios” pois os arrecifes de arenito que protegem a bacia dos rios Capibaribe, Beberibe e Tejipió se tornaram escoadouro das riquezas produzidas pela cidade.

No começo do século XVII, a cidade, cujo porto era dominado pelos portugueses, vivia constantes tentativas de  invasão por parte dos corsários franceses, ingleses e holandeses.

Em 1630, os holandeses dominaram o litoral pernambucano e permaneceram por vinte e quatro anos. Nesse tempo a cidade foi a sede da colônia de Nova Holanda, onde um dos administradores era o conde Maurício de Nassau.

Curiosidades sobre Recife

  • Maior bloco de Carnaval

Em 1994, o bloco Galo da Madrugada foi reconhecido pelo Guinness Book como o maior bloco de Carnaval do mundo. Atualmente existe uma discussão sobre se o bloco é maior que o Cordão da Bola Preta, bloco do Rio de Janeiro.

  • Cidade de tubarões

Recife é conhecida também pela grande incidência de tubarões. Devido a construção do Porto de Suape, a cidade é atualmente um dos lugares onde mais aparece o predador em todo o mundo.

  • Parece rocambole

Embora seja semelhante ao rocambole, o bolo de rolo, sobremesa típica de Recife, é recheado com goiabada, e leva farinha de trigo, ovos, manteiga e açúcar.

  • Cidade do uísque

Muita gente não sabe mas Recife já foi considerada a maior consumidora de uísque Johnnie Walker do mundo, segundo publicação da revista Whisky Magazine. Porém, além disso, a cidade é a maior consumidora de uísque no mundo.

  • Aqui tem arte

Na propriedade Santos Cosme e Damião, está instalada a oficina de cerâmica do escultor Francisco Brennand, que hoje é um dos mais visitados pelos turistas devido a seu acervo que conta com mais de 1.200 obras do artista.

  • Cidade dos baobás

Árvores nativas da ilha de Madagascar, das savanas da África, da Austrália e da Índia, os baobás podem viver milhares de anos.

O interessante é que, fora do continente africano, Recife é a cidade com a maior quantidade de baobás no mundo. Os mais conhecidos podem ser encontrados em locais como o Fundão, nas Graças, no Poço da Panela e na Praça da República.

  • Paulo Freire

A capital de Pernambuco já foi lar do patrono da educação brasileira. Paulo Freire nasceu no bairro de Casa Amarela, tendo dedicado sua vida à educação durante toda sua vida.

É autor de obras como “Pedagogia do Oprimido” e “Pedagogia da Autonomia”, e é um a figura reconhecida internacionalmente.

  • Colégio mais antigo do país

E por fim, outra curiosidade interessante é que Recife abriga o Ginásio Pernambucano, que nada mais é que o colégio mais antigo em funcionamento no país.

Fundado em 1825 sob o nome de Liceu Provincial de Pernambuco, tendo somente anos depois seu nome mudado para o atual. Entre seus estudantes ilustres destacam-se: Ariano Suassuna, Agamenon Magalhães, Clarice Lispector, Joaquim Cardozo, Mário Melo e Valdemar de Oliveira.

Você também pode se interessar por

Deixar um Comentário