Home ANAFISCO Quais são as 3 cidades mais inteligentes do Brasil?

Quais são as 3 cidades mais inteligentes do Brasil?

por ANAFISCO

Já imaginou viver em uma cidade em que os semáforos vão se ajustando conforme a mudança no fluxo de veículos, de modo a otimizar o trânsito? Ou a existência de sensores que coletam dados e, dessa forma, se tornam capazes de otimizar o consumo de energia elétrica, água ou recolhimento de lixo na cidade?

Tudo isso parece incrível, não é? Pasmem. Já é realidade em algumas cidades.

Estamos nos referindo às smart cities, tradução literal para cidades inteligentes. A essas alturas, é bem provável que você já tenha ouvido esse termo antes. Em resumo, o conceito é usado para definir as cidades que conseguem otimizar seus recursos de modo a atenderem melhor às necessidades de seus moradores.

Isso é feito por meio de tecnologias disruptivas e digitais, alinhadas ao progresso ambiental e social da cidade. Essa “força tarefa” é aplicada em serviços públicos, de modo a melhorar a qualidade de vida populacional.

Quais atividades são priorizadas?

Entre as atividades mais otimizadas e priorizadas pelas smart cities podemos destacar: serviços relacionados à comunicação, sistemas de informação, redes de energia, mobilidade e transporte urbano, saneamento básico, saúde, educação, práticas de sustentabilidade e monitoramento de crimes.

Quais são as cidades mais inteligentes no Brasil?

De acordo com o Connected Smart Cities, ranking que mensura as cidades inteligentes no mundo, há algo como 30 smart cities no Brasil. Entre elas, no entanto, o destaque fica para cinco: São Paulo (SP), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Vitória (ES) e Brasília (DF).

Vamos falar um pouco sobre elas?

1. São Paulo

São Paulo é a líder do ranking – e com razão. A cidade conta com cadastro imobiliário informatizado, permite o agendamento digital de consultas na rede pública de saúde, semáforos inteligentes e a maior concentração de ciclovias estruturas do Brasil.

2. Florianópolis

A capital de Santa Catarina conta com sistema eletrônico de bilhetes para o transporte público, semáforos automatizados e quase 30 km de ciclovia.

3. Curitiba

Em terceiro lugar está Curitiba. A cidade é conhecida a nível nacional pelo forte desenvolvimento ambiental, social e econômico. Uma dessas evidências é apresentada pela iniciativa do Vale do Pinhão. Ela é formada por universidades, setor público e startups e tem como foco trazer crescimento sustentável e inovação para a cidade.

4. Brasília

Diversas linhas de metrô, sistema eletrônico de bilhetes no transporte público, semáforos automatizados, ciclovias e três polos tecnológicos fazem da capital do Brasil a 4ª colocada no ranking. Além disso, ela também conta com cadastro imobiliário informatizado e sistema inteligente de iluminação.

5. Vitória

Por fim, a capital do Espírito Santo também integra o ranking. O principal destaque aqui vai pela saúde: são quase 2000 leitos hospitalares e 4000 médicos. Além disso, ela possui dois polos de tecnologia e fortíssimo desenvolvimento nessa área.

E você? Está pronto (a) para a revolução que deve ser observada com a chegada das cidades inteligentes?

Fonte: Grupo Editores do Blog.

Você também pode se interessar por

Deixar um Comentário