Home ANAFISCO Projetos de gestão de resíduos e reciclagem: por que são tão importantes?

Projetos de gestão de resíduos e reciclagem: por que são tão importantes?

por ANAFISCO

A gestão adequada de resíduos e a reciclagem são temas que vêm ganhando cada vez mais destaque na sociedade atual, principalmente devido à crescente preocupação com o meio ambiente e a sustentabilidade. Ou seja, projetos de gestão de resíduos são fundamentais para garantir a preservação ambiental e a qualidade de vida, além de contribuir para a economia circular.

Importância da gestão de resíduos e reciclagem

A gestão adequada é fundamental para minimizar os impactos ambientais causados pelo descarte inadequado de resíduos. Além disso, a reciclagem é uma forma de economizar recursos naturais, uma vez que os materiais reciclados podem ser reutilizados na produção de novos produtos. 

Dessa forma, a gestão de resíduos e a reciclagem também contribuem para a redução dos custos com a destinação final, além de gerar emprego e renda para a população.

Exemplos desses projetos na prática

No Brasil, algumas cidades se destacam pela implementação de projetos de gestão de resíduos e reciclagem. Uma delas é Curitiba, que é referência mundial nesse quesito. 

Na cidade, a coleta seletiva é realizada em quase 100% dos bairros, e os resíduos são destinados a cooperativas de catadores, que realizam a triagem e a reciclagem dos materiais. Dessa forma, a cidade consegue reciclar mais de 50% do seu lixo, além de gerar emprego e renda para os catadores.

Outro exemplo é a cidade de São Paulo, que implementou em 2020 a Política Nacional de Resíduos Sólidos, que visa a redução da quantidade de lixo destinado aos aterros sanitários. 

Além disso, a cidade conta com um programa de coleta seletiva, realizado em 47% dos domicílios, e um programa de compostagem de resíduos orgânicos, cujo objetivo é transformar esses materiais em adubo.

No mundo, a cidade de San Francisco, nos Estados Unidos, é um exemplo de sucesso na reciclagem. A cidade implementou em 2009 uma política de “zero resíduos”, que pretende a redução da quantidade de resíduos destinados aos aterros sanitários. Com isso, a cidade consegue reciclar mais de 80% do seu lixo, além de gerar emprego e renda para os catadores.

Relação com as cidades inteligentes

As cidades inteligentes visam a utilização de tecnologias e práticas inovadoras para melhorar a qualidade de vida da população, além de promover a sustentabilidade ambiental e o desenvolvimento econômico. Ou seja, a gestão de resíduos e a reciclagem são fundamentais para as cidades inteligentes.

Você também pode se interessar por