Home ANAFISCO Por que a Nestlé liberou pet no escritório

Por que a Nestlé liberou pet no escritório

por ANAFISCO

Era outro dia de trabalho na Nestlé Brasil, mas desta vez, com uma notícia que alegraria os donos de pets: a partir daquele momento, dia 10 de maio de 2022, os cães e os gatos poderiam ir todos os dias para o escritório. Isso significa que o animal de estimação pode passar o dia no trabalho com seu dono.

A iniciativa, no entanto, está longe de ser pontual. O mercado corporativo, principalmente em tempos de Great Resignation, está farejando novas formas de atrair e reter talentos — e focar em benefícios do mundo pet é uma delas.

Isso porque, o número de animais nos lares brasileiros cresceu 30% durante a pandemia; sendo que 23% dos tutores adquiriram seu primeiro pet no período de isolamento social, segundo a pesquisa Radar Pet 2021.

Logo, oferecer benefícios para o animal de estimação de seus funcionários, é uma das estratégias de retê-los. Outros exemplos que caminham nesta direção são as empresas que oferecem licença-PETernidade, licença remunerada para os colaboradores cuidarem de seus pets; outras concedem plano de saúde para o animal.

COMO FUNCIONA O “PETS AT WORK” DA NESTLÉ?

Na prática, funcionários do Brasil poderão levar seus cachorros e gatos todos os dias para o escritório. Os bichinhos ganham até crachá.

Para participar, o dono do pet deve fazer a inscrição e comprovar que as vacinas e a saúde do animal estão em dia.

“Os tutores também devem garantir que o pet esteja com a coleira e os brinquedinhos, providenciar água fresca e alimentação durante o dia em que eles estiverem no prédio, além de se responsabilizar pela higiene e cuidados do animal”, diz a empresa.

A iniciativa, por sua vez, faz parte do programa Pets at Work e o Brasil é o primeiro país da América Latina a implementar o projeto que nasceu nos Estados Unidos. Antes, a iniciativa era permitida apenas em datas especiais.

Por que lançar o projeto no Brasil? 

“O pet foi um grande companheiro das famílias nesses últimos anos desafiadores. Agora, com a retomada gradual ao presencial, entendemos que este é o momento ideal para lançar o projeto aqui no Brasil. Queremos proporcionar um ambiente adequado para essa nova fase dos nossos colaboradores e de seus animais de estimação e isso tudo porque acreditamos que pessoas e pets vivem melhor juntos”, conta em nota Marcel Barros, CEO da Nestlé Purina.

O comentário de Barros vai ao encontro de uma pesquisa feita pela McCarthy & Stone que mostra que pessoas que têm animais de estimação são mais felizes. Vale lembrar também que levar animais para o escritório não é algo novo. Há alguns anos, o “Pet Day” vem ganhando espaço na nova economia. Contudo, o que mudou agora é a possibilidade de levar sempre, não apenas um único dia.

POR QUE IMPORTA?

O retorno ao escritório começou, mas para os donos de pets não é uma tarefa tão simples deixá-los em casa sozinhos. Por isso, a Nestlé e outras marcas analisaram a situação e ofereceram benefícios que preenchem essa lacuna. O resultado? Funcionário feliz, maior chance de retê-lo e atrair novos talentos.

Para você ter uma ideia, uma funcionária da Nestlé fez um post no LinkedIn contando a novidade — e mostrando a imagem dela e do pet no escritório — e recebeu mais de 80 mil curtidas. O que só reforça: as pessoas querem, sim, benefícios ligados ao pet.

E o que você pode aprender com isso? Analisar os dados para oferecer benefícios que façam sentido para os seus funcionários. Foi-se o tempo que apenas salário alto era sinônimo de sucesso. Agora, o salário emocional ganha espaço.

Fonte: https://app.startse.com/artigos/animais-no-ambiente-de-trabalho/?utm_campaign=Newsletter%20Start%20Seu%20Dia%20%7C%202022&utm_medium=email&_hsmi=213290142&_hsenc=p2ANqtz-8o7ThXc6Dl3o9LktDN_T5YjnAoSSDWrCk4fHeHexQ0pLdDmkvgrYRIoYkhSnkUCislcSd7VoF8RBT6537PsgQfeXYdzA&utm_content=213290142&utm_source=hs_email

Você também pode se interessar por

Deixar um Comentário