Home ANAFISCO O que o futuro reserva para o serviço público brasileiro

O que o futuro reserva para o serviço público brasileiro

por ANAFISCO

A Conferência Nacional das Carreiras Típicas de Estado não deixou o Dia do Servidor Público (28 de outubro) passar em branco. Neste ano de 2020, realizou a sua 6º edição virtualmente em razão da pandemia.

O presidente de honra do Fórum, Roberto Kupski, e o anfitrião, presidente Rudinei Marques, destacaram que o momento atual pelo qual passa a sociedade requer um serviço público de qualidade ao abordarem a relação entre a administração pública com a recuperação econômica e com o enfrentamento à pandemia. Os deputados Trad e Israel Batista também colaboraram com o debate.

No tocante aos desafios presentes no serviço público e às mudanças futuras, a digitalização dos serviços foi mencionada pelo jurista e professor da PUC-RS, Juarez Freitas. O senador Antônio Anastasia (PSD – MG) acrescentou a importância de qualificar o servidor e oferecer a eles as condições adequadas para o exercício de suas atividades de acordo com essas mudanças.

Sobre a avaliação de desempenho, o Secretário de Gestão e Desempenho de Pessoal (SGP) do Ministério da Economia, Wagner Lenhart, ressaltou o uso de feedbacks constantes para um melhor desempenho dos servidores. Ainda sobre esse tópico, nomes como Elaine Neiva, professora da Universidade de Brasília, e Luiz Alberto dos Santos, consultor do Senado Federal também participaram.

Por fim, a estabilidade, a integridade pública e o assédio institucional foram debatidos por Rodrigo Spada, presidente da Febrafite, José Celso Carlos Junior, presidente da Afipea, Alketa Peci, professora da FGV, e Amarildo Baesso, professor do IESB e da UDF.

Fonte: Grupo Editores do Blog.

Você também pode se interessar por

Deixar um Comentário