Home ANAFISCO Mobilidade Urbana no Brasil 

Mobilidade Urbana no Brasil 

por ANAFISCO

A mobilidade urbana é um dos assuntos mais discutidos no Brasil. Sempre presente nas pautas políticas, sua grande questão sempre tem sido como obter melhores soluções para um assunto tão importante para as pessoas.

A mobilidade urbana é um investimento essencial, porque se refere às formas de deslocamento nos espaços urbanos, um problema que afeta diretamente o bem-estar da população.

Ela nada mais é do que a forma como as pessoas e veículos podem transitar de forma livre pelos espaços urbanos, seja a pé ou através de carros, motos, ônibus, metrô ou bicicletas. Esse é um conceito importante, que define como será feito o planejamento urbano, buscando a melhor qualidade de vida para os cidadãos.

Os problemas da mobilidade urbana no Brasil e suas soluções

O aumento do número de pessoas nas grandes cidades se deve principalmente em decorrência do êxodo rural, acontecido entre 1930 e 1940. Essa migração da zona rural para as cidades fez com que houvesse uma grande exigência em diversas áreas urbanas, como moradia, lazer, trabalho, alimentação e o uso dos espaços públicos.

Com tantas exigências em um curto espaço de tempo, esse alto índice de mobilidade urbana se tornou um grave problema nas cidades. Houve um aumento acelerado nas últimas décadas do século XX, onde o planejamento urbano e a pouca evolução dos transportes coletivos não conseguiram acompanhar esse crescimento.

Houve um rápido sucateamento dos meios de transporte coletivos e, com isso, classes de maior poder econômico resolveram passar a andar em veículos próprios, aumentando consideravelmente o número de veículos nas cidades.

O aumento no número de veículos mais o descuido com o transporte coletivo provocou prejuízos para o deslocamento nas vias urbanas, causando engarrafamentos, Poluição sonora e do ar, entre outros.

O aumento desenfreado de veículos se deve a alguns fatores, entre eles a priorização da política urbana sobre as rodovias, a redução de impostos sobre produtos industrializados e a péssima qualidade dos meios de transporte coletivos.

Mobilidade sustentável

Para que possa existir uma mobilidade urbana sustentável, é preciso acontecer um rigoroso planejamento urbano. Isso significa trabalhar na mudança de certos hábitos, como incentivar o uso de transporte coletivos, das ciclovias, caronas e realizar o rodízio de carro. Como isso, é possível diminuir os impactos ambientais e melhorar o deslocamento nas vias.

Outro exemplo para melhorar a situação, seria o uso de carros elétricos e incentivar o uso das bicicletas. E quanto mais pessoas realizarem seu deslocamento a pé, incentivada pela construção de mais parques urbanos, haverá uma cidade mais limpa e com menos barulhos.

Fonte: Grupo Editores do Blog.

Você também pode se interessar por

Deixar um Comentário