Home ANAFISCO A importância do EAD na educação pública municipal

A importância do EAD na educação pública municipal

por ANAFISCO

Atualmente a maioria das pessoas estão conectadas à internet, tornando assim, o ensino a distância um elemento promissor para a educação do país. Além de democrático, essa modalidade de ensino tem ganhado mais espaço devido a real necessidade de capacitação e atualização.

Inicialmente, se pode pensar no ensino tradicional como algo enraizado na nossa cultura e de fato, é. Entretanto, boa parte das dificuldades apresentadas em termos de educação, durante o período de pandemia em que todos foram obrigados a migrar para o EAD, surgiu da falta de preparo do sistema para realizar essa migração.

Que o EAD requer uma grande quantidade de apoio para que se torne parte do cronograma escolar, isso não é discutível, mas essa modalidade de ensino, se bem empregada, pode favorecer a população em um futuro próximo.

A base do ensino a distância é a utilização de meios tecnológicos para informação e comunicação, com estudantes e professores, ao passo que se desenvolvem atividades educativas em lugares ou tempos diversos. 

Muitos pensam que isso se refere a algum tipo de ameaça à educação presencial e isso não poderia estar mais errado. 

A educação a distância é, apenas mais uma forma de se educar, que pode favorecer a educação brasileira a partir da adoção de um modelo de ensino que englobe as duas modalidades.

Quando surgiu o EAD?

Parece curioso pensar, mas o ensino a distância não surgiu com o acesso à internet.

Ele foi implementado no Brasil em meados do século XX através da remessa de materiais didáticos aos alunos pelos Correios e permaneceu por muitos anos nesse formato. 

A importância dessa modalidade de ensino se dava pelo fato de proporcionar acesso à educação a pessoas que precisavam trabalhar durante o dia e não tinham a possibilidade de frequentar o ensino presencial.

Porém, essa modalidade de ensino, na época, era destinada a adolescentes e adultos.

Com a chegada da Internet, houve uma mudança no EAD de uma modalidade via correios que enviava o material didático e vídeo aulas para a casa das pessoas, para um modelo em que esse material didático está disponível via PDF e você possui formas de interagir com os professores.

Entre as vantagens na adoção da modalidade de EAD destaca-se a possibilidade do aluno poder administrar seu tempo e seu local de estudo a ser utilizado, realizar cursos, formações Superiores, mesmo que não existam instituições de ensino em sua cidade.

Porém, nem tudo são flores.

Ensino EAD representa um desafio para o ensino básico do país

Apesar de existirem benefícios inegáveis, a implantação do ensino a distância pode ser considerada complexa. 

Pois para que isso seja possível e viável dentro de uma escola pública faz-se necessário investimentos e inclusão de diversos elementos.

Elementos como, as tecnologias que serão utilizadas, até a forma de acesso aos meios tecnológicos por parte dos estudantes, sem esquecer também a adoção de métodos pedagógicos e escolha de conteúdos adequados eficazes para o aprendizado.

Nesse contexto, considerando essa iniciativa, surge o questionamento: quais as maiores dificuldades enfrentadas para o ensino à distância na rede pública? 

Pode-se dizer que a desigualdade social e econômica entre os alunos é uma das principais questões a serem avaliadas.

A falta de investimento por parte da administração pública em plataformas e ferramentas digitais e a falta de capacitação dos professores da área pública para atuar com educação EAD, sem dúvidas, também são uma das maiores dificuldades para implantação desse modelo de ensino.

Grande parte dos problemas da implantação do EAD nas escolas públicas são resultantes da diversidade social e econômica existente entre os alunos o que torna, de certa forma, esse modelo de educação excludente. 

O ensino a distância como ferramenta de mudança

Independente dos diversos problemas e entraves à implementação de cursos a distância no País, a expectativa é de que as inovações digitais dinamizem o aprendizado, tornando o ensino público, uma educação híbrida.

Por fim, a modalidade de ensino que mescla educação presencial e virtual parece ser a melhor resposta até que se torne parte da nossa cultura aprender através de uma tela.

Para que o EAD tenha sucesso na educação pública, os professores e tutores precisam receber treinamentos de forma que consigam passar o conhecimento de forma dinâmica, muitas vezes prevendo possíveis dúvidas dos alunos.

Para o sucesso do ensino a distância é fundamental que tanto os alunos, quantos professores estejam integrados, constituindo um elo de forma a facilitar o processo de aprendizagem dos alunos.

Você também pode se interessar por

Deixar um Comentário